Radio Liberdade

Publicidade



  • Radio Liberdade
  • Radio Liberdade

Carro da prefeitura de Jericó capota na BR 230 e mata prima do Radialista Naldo Silva

Publicado em 30.07.2012
Carro da prefeitura de Jericó capota na BR 230 e mata prima do Radialista Naldo Silva

Foi sepultado na manhã deste domingo (29), no cemitério público da cidade de Lagoa, o corpo da agricultora Lúcia Pereira de Almeida, de 40 anos, que morreu em um acidente com um carro pertencente à prefeitura de Jericó, na manhã de sexta-feira (27), na BR 230.

"Preta", como era conhecida, era prima do Radialista Naldo Silva, e morava no sítio "Tabuleiro Comprido", zona rural de Bom Sucesso.

O ACIDENTE:

 

Um cochilo do motorista ao volante pode ter sido a causa do sinistro, que deixou ainda outras três pessoas feridas. O fato ocorreu próximo ao município de Gurinhém, no Agreste paraibano. O Fiat Uno placas MOA- 9214/PB saiu da pista e capotou várias vezes caindo em uma ribanceira.

O acidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 6h de sexta-feira (27), e as vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para os hospitais de Trauma de João Pessoa e Campina Grande.

Lúcia Pereira de Almeida ainda chegou a ser socorrida com vida, mas faleceu pouco tempo depois de receber atendimentos do Samu. Já sua irmã, Maria Pereira Almeida, de 43 anos, e Jackson Noan Alves da Silva, de 23 anos, sofreram fraturas de clavícula e perna.

Um adolescente de 15 anos que também viajava no carro teve lesões leves e só recebeu assistência do Samu.

De acordo com a PRF, o local onde o acidente ocorreu, o Km 105, é uma pista reta e não havia nenhum motivo aparente para causar a saída da pista, mas suspeita-se que o motorista, Jackson, tenha dormido enquanto dirigia.

O fato ainda está sendo investigado. "Preta" e sua irmã viajavam a João Pessoa, onde ela iniciaria o tratamento contra um câncer de mama.

Jackson Noan foi socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande e submetido a uma cirurgia no joelho; Maria Almeida está em João Pessoa. O corpo de Lúcia foi encaminhado para o Núcleo de Medicina Legal de João Pessoa.

Lúcia Pereira deixa três filhos, de oito (gêmeos) e seis anos.

Redação da LIBERDADE 96 FM com Jornal da Paraíba

comentários